01/11/2016 - 18h08 - Atualizado em 27/04/2017 - 10h56

Definidos os campeões do Gaúcho de Motovelocidade de 2016

Fim de semana fantástico com rodada dupla encerra o SBK Gaúcho

Por Anisteu Faggion. Zuun Motorcycles

Encerrou neste domingo, dia 30 de outubro a temporada 2016 do Super Bike Gaúcho de Motovelocidade e o palco da final foi o Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul com direito a um final de semana pra lá de emocionante com rodada dupla, quinta e sextas etapas no mesmo final de semana, grandes disputas em pista, acidentes que tiraram fortes candidatos ao título e muita, mas muita felicidade daqueles que se tornaram campeões da motovelocidade 2016 em cada uma de suas categorias.

Pilotos alinhados na fotos oficial

O domingo começou quente literalmente com a disputa da categoria 250cc e três pilotos brigavam pelo título. Hebert Pereira de Estrela entrou liderando a pontuação na geral seguido de Djonatas da Rosa de Porto Alegre e Marcio Dalzoto de Caxias do Sul separados apenas por cinco pontos e já na largada mostrou-se o quanto emocionante seria a prova. Com ultrapassagens entre ambos, Hebert e Djonatas disputaram a ponta até o toque entre eles na entrada da curva da bota. Para a direção de prova, Hebert forçou a ultrapassagem ocasionando a derrubada de Djonatas e com isso levou bandeira preta e foi obrigado a passar pelos boxes e ficar parado por cinco segundos. Com um erro de equipe Hebert até entrou, mas não parou e novamente foi penalizado e lhe custou mais dez segundos nos boxes. Com uma prova de recuperação e ultrapassando vários pilotos, sendo uma em cima da linha de chegada, Hebert terminou a prova em segundo e conquistou o título de 2016 por apenas 1 ponto perante Dalzoto. Djonatas por sua vez não conseguiu recuperar-se na prova terminando apenas em sexto, perdendo inclusive o vice-campeonato para Marcio Dalzoto que por dois pontos não leva o título. Brigas a parte nos bastidores o fato é que foi uma das melhores provas do ano entre todas as categorias e que venham mais emoções em 2017.

Largada da Categoria 250cc. Foto O Chacal

Disputa entre Rafael Portaluppi e Guilber dos Reis. Foto O Chacal

Podium da 250cc

Na Track Day 250-300cc, Adonias da Rosa de Caçapava do Sul entrou usando a cabeça e o regulamento e mesmo chegando em terceiro é o mais novo campeão da categoria. Rodrigo Armiliato de Caxias do Sul ficou com o vice-campeonato e quem promete vir forte no ano que vem é Guilherme Soares de Novo Hamburgo que conquistou as duas ultimas etapas comprovando muita experiência em pista.

Adonias da Rosa curtindo seu primeiro título na motovelocidade

Podium da Categoria Track Day 250-300cc

Na Super Bike Pró, quando tudo parecia correr dentro do script e ver Robson Portaluppi de Bento Gonçalves vencer mais uma corrida, enganou-se. A partir da largada muita coisa aconteceu e com uma audaciosa ultrapassagem de Anselmo Perini de Farroupilha para cima de Portaluppi, assumiu a ponta e as primeiras voltas foram de várias ultrapassagens entre ambos. Com um erro na entrada da reta, Perini foi ultrapassado por Robson e perdeu também a segunda posição para Marcelo Dahmer de Três de Maio não conseguindo manter o mesmo ritmo do início, porém, Portaluppi começou a sofrer pressão de Dahmer e numa belíssima ultrapassagem no fim da reta e mantendo sua linha para entrar na curva um, Dahmer não o viu pelo lado de fora e acabaram chocando-se. Portaluppi que vinha a mais de 200 km por hora foi parar na grama rumo aos pneus, mas com muita habilidade e um caminhão de sorte segurou a moto em pé e conseguiu entrar na área de escape. Passado o susto, retornou em terceiro. Dahmer com o choque avariou sua moto e foi perdendo desempenho em pista e logo foi ultrapassado por Perini e Portaluppi. Quando parecia que Perini levaria o caneco da prova, Portaluppi voou baixo na pista de Santa Cruz e com uma grande ultrapassagem retomou a ponta e venceu mais uma levando para casa o oitavo título de sua brilhante carreira. Dahmer ficou com o vice-campeonato e Perini terminou o ano em terceiro na geral. 2017 promete!

Podium da SuperBike Pró

Avaria na moto de Portaluppi após choque com Dahmer

Portaluppi festejando seu oitavo título na motovelocidade gaúcha

Entrando tecnicamente empatados Marcos Boeira e Luciano Anacleto ambos de Caxias do Sul disputaram em pista a temporada 2016 da Super Bike Liht e Boeira com uma postura impecável levou o título deixando para Anacleto o vice-campeonato a apenas seis pontos de líder. Destaque para o veterano Célio Campagnolo de Alegrete que termina o ano em terceiro na categoria após abandonar na etapa anterior.

Marcos Boeira festejando o título de campeão da Light 2016

Luciano Anacleto, marcos Boeira e Celio Campagnolo

Na 125cc, Tiago Cunha Bronski de Alvorada carimbou o passaporte para 2017 com o bicampeonato da categoria. Com uma prova em que trocou posições com Mateus Sgarbi de Bento Gonçalves, chegou em segundo mas com este resultado terminou o ano com os incríveis 139 pontos contra 114 de Sgarbi que no seu primeiro ano como profissional na motovelocidade mostra que é sim um fortíssimo candidato ao título na próxima temporada.

Tiago Cunha Bronski e seu bicampeonato na 125cc

POdium da 125cc

Pilotos da 125 festejando o término da competição

A categoria Track Day 1000-1300cc já conhecia o campeão antecipado de 2016, o piloto Marcos Pavan de Nova Bassano mas o mesmo queria mais e fechou o ano com seis vitórias em seis etapas e no final chorou muito abraçado em sua família e amigos depois de um ano pra lá de emocionante já que esta categoria foi criada para dar espaço aos novatos que querem sair das ruas e entender o que é pilotar com segurança e Pavan é hoje uma joia rara já lapidada e que subirá para as categorias profissionais com os pés no chão e sabendo como pilotar entre os profissionais. Em segundo e não menos importante Eder Capelin de Flores da Cunha fez um ano extraordinário mantendo-se com uma pontuação impecável e quer também mostrar para que veio. A todos os pilotos da Track nosso muito obrigado.

Marcos Pavan, campeão da Track 1000 cumprimentando seu preparador no fim da prova

Pilotas da Track 1000 festejando a prova

Podium da Categoria Track Day 1000-1300cc

Leonardo Sebben, piloto multicampeão no MotoCross mostrou para que serviram os anos de experiência no barro e mostrou nas pistas da motovelocidade que é sim um forte candidato aos primeiros postos na categoria profissional e neste ano andando na Track Day 600cc e também figurando na 600cc pró fez excelentes provas e é hoje o primeiro campeão da track 600. Junto a ele, Mateus Pistore e o irmão de Leonardo, Tiago Sebben terminaram em segundo e terceiros respectivamente na geral do campeonato.

Leonardo Sebben conquistando seu primeiro campeonato na motovelocidade

Podium da categoria Track Day 600cc

A sensação da temporada 2016, a Copa Yamaha R3 de Motovelocidade mostrou nas pistas que veio realmente para ficar. Com uma disputa pra lá de emocionante entre os pilotos Hebert Pereira de Estrela e Rafael Portaluppi de Bento Gonçalves pela conquista da copa, Hebert resolveu fazer uma corrida técnica e usou o regulamento para tornar-se o primeiro campeão da Yamaha R3. Para Portaluppi era vencer e torcer para que Hebert não terminasse e não foi o que aconteceu. Com um cinematográfico tombo na entrada da reta na última volta, Portaluppi viu suas chances zerarem, mas ao mesmo tempo levou para Bento Gonçalves o vice-campeonato e alguns hematomas.

Hebert Pereira vibrando muito a conquista da Copa R3

Podium da categoria R3

Por fim e encerrando em definitivo a temporada 2016 da motovelocidade gaúcha as 600cc entraram com o já campeão Sebastian Salom apenas cumprindo tabela. Pedro Sampaio de Bento Gonçalves era o único piloto com possibilidades reais de atrapalhar os planos de Salom, mas ficou de fora por ocasião de um tombo na etapa de sábado, fraturando um dedo de sua mão. Em pista estavam também Maximiliano Gerard do Uruguai e o atual campeão da Track Day Leo Sebben. Novamente com problemas técnicos em sua moto, Gerard abandonou logo na largada deixando para Salom sua segunda vitória no fim de semana e assim, fechar o ano com chave de ouro.

Podium da categoria 600cc

Sebastian Salom recebendo o troféu

Abaixo, seguem álbum de fotos do banco de Imagens do portal Zuun Motorcycles.

Comentários,

Comentar matéria

Não houve comentários sobre este assunto.

West Coast - 306x100

esportes,20 Jun